Abri uma empresa, e agora? Dicas para montar o seu planejamento de marketing

“Quem não é visto não é lembrado”. “Propaganda é a alma do negócio”. Garanto que você já ouviu frases assim por aí e talvez tenha até usado-as como um conselho para alguém. Mas a questão é: quem realmente entende que um planejamento de marketing é fundamental para qualquer empresa e faz investimentos significativos no setor?


No artigo de hoje, nós queremos falar diretamente com quem é empreendedor. Vamos te provar o quão importante é ter um planejamento de marketing e como começar um AGORA!


Notebook sob uma mesa, com a palavra "MARKETING" centralizada na tela, acompanhada por outros termos e grafismos que representem a área, como "product", "branding" e "success"

Vida de empreendedor é corrida!


Quando um novo negócio é aberto, é natural que as primeiras preocupações sejam referentes a legislação, afinal, é preciso que tudo esteja conforme a lei para as atividades começarem. E dependendo do fluxo de caixa e da necessidade de pagar os investimentos, é bom a empresa começar a dar lucro rápido.


Muitas vezes, o marketing entra nesse processo quando a empresa entende que precisa de mais clientes com certa urgência. E aí, as ações são realizadas sem o devido planejamento. Assim, os resultados podem até aparecer no curto prazo, mas ali na frente, as vendas voltam a cair e o empreendedor acaba se frustrando.



Como fazer um planejamento de marketing?


Se você acha que marketing tem a ver só com divulgar a marca e criar perfis para a empresa nas redes sociais, você não poderia estar mais enganado.


Marketing tem a ver com o sucesso do seu negócio de uma maneira bem ampla. Leia o artigo até o fim e você vai entender do que estamos falando.


Com um bom planejamento de marketing você descobre onde quer chegar e como chegar. Veja as nossas dicas.


1. Conheça a empresa


Muito sobre um planejamento de marketing tem a ver com conhecer tudo sobre a empresa e o mercado no qual ela está inserida. A matriz S.W.O.T é uma ferramenta amplamente utilizada para conhecer melhor o seu negócio analisando 4 fatores.


São eles, em inglês: strengths, weaknesses, opportunities e threats. Em português: forças, fraquezas, oportunidades e ameaças.


  • Forças: pense quais são os pontos fortes da empresa e seus diferenciais competitivos;

  • Fraquezas: pontos que apresentam falhas e devem ser melhorados;

  • Oportunidades: quais mudanças no mercado podem ser positivas para a sua empresa?

  • Ameaças: analise quais mudanças externas podem causar problemas para o negócio.


2. Conheça o ambiente


Essa é a hora de pesquisar muito e conhecer todos os fatores ambientais que estão relacionados com o seu negócio. Você deve buscar dados sobre o local no qual a empresa está inserida e para onde vai oferecer os produtos e serviços:


  • Como está a economia e o poder de compra?

  • Os costumes da região são favoráveis ao seu tipo de negócio?


Busque pesquisas na internet realizadas por empresas confiáveis. Existe muita informação disponível esperando para ser utilizada.


Equipe de trabalho em uma sala de reuniões, com os olhos direcionados para um quadro, onde uma pessoa está a anotar ideias para um planejamento

3. Conheça os concorrentes


Busque todas as informações sobre a concorrência.


  • Como e através de quais canais eles se comunicam com o público?

  • Como divulgam os produtos?

  • Quais resultados eles atingem?


Analisar minuciosamente as mídias sociais dos concorrentes é um ótimo começo. Tire prints das partes relevantes, veja os comentários dos clientes e as avaliações no Google. Tudo isso pode te revelar ótimas oportunidades e insights para o seu negócio.


4. Quem são os seus clientes?


Agora que você coletou diversas informações, já é capaz de determinar o seu público-alvo. É com esse público em mente que você vai orientar todas as estratégias e ações de marketing.


Tente responder perguntas como:

  • Quais grupos de pessoas possuem as necessidades que o meu produto supre?

  • Quais características essas pessoas têm em comum?

  • Quais são seus problemas e desejos?

  • O que eles esperam do meu produto?


Para se aprofundar ainda mais no comportamento do público-alvo, você pode construir personas para o negócio.


5. Como você deseja ser visto?


É hora de se posicionar!


Pense em atributos que diferenciam a sua empresa da concorrência e que serão atrativos para o consumidor. Sua marca pode ser conhecida pela qualidade, por ações sustentáveis, pela inovação ou até por oferecer os menores preços. É importante que o posicionamento reflita a realidade.


O seu posicionamento deve transparecer na marca, slogan, peças de publicidade, redes sociais, PDV… ele será um guia para a comunicação.



6. Onde você quer chegar?


Nos negócios, não se começa nada sem saber onde se quer chegar.


Defina objetivos de marketing com prazos e estratégias claras. Experimente o método SMART para formular objetivos.


Os objetivos podem ter a ver com um aumento de engajamento nas redes sociais, aumento de público no PDV, aumento de visitas no site e por aí vai…


Nesta etapa, é fundamental definir os KPIs, para saber se os objetivos foram alcançados.


7. Conheça os 4 P's


Os 4 P's do marketing são os recursos que você possui para atingir os objetivos. São eles: produto, preço, praça e promoção.


  • Produto: é o que você vende. Trabalhe em cima de características físicas do produto, como embalagem e forma e também dos benefícios que ele oferece ao cliente;

  • Preço: qual preço é atrativo para o público? Pense em promoções, descontos e em como agregar valor;

  • Praça: é o local no qual o produto ou serviço está sendo oferecido. Considere ações de PDV, melhorias no site e no sistema de entrega;

  • Promoção: se refere às estratégias e aos canais de divulgação (TV, rádio, internet, outdoor…). É preciso saber onde o seu público está.


Faça uma análise de todos estes pontos e registre tudo. Estas informações serão muito importantes para a sua jornada como empreendedor.

Seguir todas estas instruções já é um ótimo começo para a sua empresa. Você ainda pode se aprofundar sobre cada um destes tópicos e, aos poucos, melhorar o setor de marketing do seu negócio.


Lembrando que o planejamento de marketing tem a ver com um determinado período. Passado algum tempo, a sua empresa, o mercado, os consumidores… tudo pode sofrer alterações. É preciso revisar e atualizar o planejamento.