O que é gestão de mídias sociais?

Com o crescimento das mídias sociais, surge uma nova exigência para as empresas, ter um especialista na gestão desses canais para gerar relacionamento com seu público. No texto de hoje vamos explicar o que esse profissional pode fazer pelo seu negócio.



Você sabe o que a gestão de mídias faz?


Há poucos anos, surgiu uma grande necessidade do mercado: saber como utilizar as mídias sociais como ponte de contato entre empresas e clientes. E apesar de muitas empresas não entenderem os benefícios por trás deste serviço, outras decidiram aproveitar as oportunidades de negócio.


“Então é só criar uma página na rede social e fica por isso?”

Não! Calma, já explicamos:


As mídias sociais são canais de comunicação e relacionamento com o público, tão importante quanto ter a presença nelas, é ter uma presença estratégica! Para gerar resultados para o seu negócio, é preciso planejamento e objetivos claros.


Aqui na Atena, trabalhamos com alguns passos bem específicos na gestão de mídias sociais, que incluem: persona, definição da estratégia e posicionamento, pautas de conteúdo, realização de postagens e mensuração dos resultados baseados nos objetivos das empresas.


Dessa forma, construímos a autoridade de uma marca e aproximamos ela de seus clientes e usuários de maneira pessoal e humana!


As etapas do processo


Para que você entenda um pouquinho mais sobre o nosso trabalho, vamos te explicar o que são algumas das etapas da gestão de mídias sociais.


Persona


A persona é o cliente ideal da empresa, aquela que ela deseja atingir. Esse perfil de cliente pode ser constituído a partir de dados que a empresa coleta ou por meio de pesquisas secundárias. Para a construção de uma persona, é preciso definir dados básicos como idade, sexo e poder de compra e também procurar responder questões como:

  • O que essa pessoa busca em um produto?

  • Quais são os seus valores morais?

  • Quais são seus objetivos de vida no momento?


Pode ser traçado o perfil de mais de uma persona e com isso é possível buscar as melhores estratégias para se aproximar de cada uma delas.


Com um cruzamento de dados das personas e dos públicos das diferentes redes sociais, já é possível determinar quais são as mídias adequadas para estar em contato com os usuários.


Definição da estratégia e posicionamento


Para criar uma boa estratégia é preciso, primeiramente, ter objetivos para as redes sociais. Eles podem ser:

  • Divulgar sua marca e produto;

  • Se comunicar melhor com sua audiência;

  • Educar seu público com conteúdo de qualidade;

  • Criar uma comunidade de seguidores engajados e que podem divulgar o seu negócio;

  • Aumentar suas vendas.


Estes objetivos podem ser alterados em determinados períodos: se neste semestre a empresa quis reforçar a sua marca, no seguinte seu objetivo pode ser divulgar um novo produto. O ideal é eleger um objetivo principal para guiar as estratégias e, em conjunto com as características das personas, começar a pensar em conteúdos para conduzir o público ao objetivo desejado.


Colocando o posicionamento nessa conta, este diz respeito a como a sua empresa vai se apresentar perante o público, levando em conta a persona e a rede social em questão.


Se a característica de uma rede social é a descontração e a sua persona está presente nela, é natural investir em conteúdo divertido, definindo uma linguagem escrita e visual também divertida. Em outros casos, também é possível ter um posicionamento mais sério e este sempre deve estar em sinergia com o branding da empresa.


Pautas de conteúdo


A gestão de mídias sociais também compreende a criação de uma estratégia para cada rede social, especificando o objetivo de cada publicação, a frequência, os formatos utilizados e também considerando o funil de vendas, que determina se o post tem a função de atrair, reter ou converter o usuário.


Não pense que se o seu objetivo é vender, por exemplo, deve-se fazer anúncios do produto e pronto. A coisa é bem mais complexa.


É importante pensar em conteúdos relevantes levando em consideração a rede social e o seu público. Podem ser conteúdos divertidos, educativos, que inspiram, com um CTA para um blog ou e-commerce, emocionais, provocativos, que incentivam compartilhamentos e comentários… as possibilidades são infinitas, é aqui onde a criatividade entra.


Quem cuida das mídias sociais também precisa estar atento às mudanças e atualizações cada vez mais constantes nas redes, que influenciam nos formatos e na produção de conteúdo.



Realização das publicações


Nesta fase, o valor do profissional que gerencia as mídias sociais é percebido na hora. Quem quer dar conta de tudo sozinho, acaba negligenciando os melhores horários para realizar os posts e vai deixando para depois os agendamentos e publicações. A longo prazo, isso faz diferença na constância e no ânimo para a continuidade do trabalho.


Quem gerencia as redes sociais, precisa ter organização para programar as publicações (alguns programas facilitam nessa parte) e estar atento a algumas publicações que necessitam de atenção especial.


Mensuração de resultados


Curtidas e número de seguidores, a rede social não vive só disso. Para compreender se as mídias sociais estão gerando resultados, é preciso voltar aos objetivos.


Se o objetivo é aumentar as vendas, o número de cliques no link do site da empresa é uma métrica importante; se você quer se tornar relevante para os seguidores, as vezes em que a publicação foi compartilhada ou salva, como existe no Instagram, são dados relevantes.


É muito importante entender como cada post performa para saber o que é mais relevante para o seu público e o que não gera tanto engajamento, tanto na questão de conteúdo, quanto em relação aos formatos.


“Já que vocês entendem tanto assim, vamos deixar tudo nas mãos de vocês”

Não é bem assim!


O sucesso de toooodo esse trabalho depende de uma participação da empresa no processo. É muito importante que haja comunicação entre uma pessoa ou setor responsável da empresa com quem cuida das mídias sociais.


A troca de informações entre as partes é que permite a definição de boas personas, a criação de estratégias e conteúdos de acordo com os objetivos e a atualização constante das melhores práticas para atingir os resultados.


Outro ponto é: as mídias estão cada vez mais dinâmicas e reais. O público quer ver personalidade, pessoalidade, quer ver o lado real das empresas. Por isso, é preciso promover reuniões e visitas de imersão com os gestores de mídias sociais nas empresas e inserir na pauta a criação de materiais que mostrem os bastidores e o dia a dia das empresas.


Aproveite tudo que as mídias sociais podem oferecer!


Quando as empresas criam páginas nas redes sociais e não levam em conta esses tópicos para o gerenciamento do dia a dia, acabam por não aproveitar o potencial das ferramentas e se frustram com os resultados, entendendo que “isso não é para a minha empresa”.


Gestão de mídias sociais requer estudo constante, participação ativa da empresa, criatividade e organização. É assim que nós trabalhamos aqui na Atena e é assim que podemos te ajudar a conquistar melhores resultados para o seu negócio.


Entre em contato conosco!