Tráfego pago x gestão orgânica: qual a melhor opção para as mídias sociais?

Será que devo investir em tráfego pago? Vale a pena impulsionar esse post? Essas são perguntas que muitos empresários se fazem. Se você ainda não cogitou a possibilidade, saiba que é importante ter essa opção para suas mídias sociais. E a resposta para essas perguntas é: depende. Depende do quê? É o que vamos tentar responder neste artigo. Continue lendo.


Ilustração de um computador, com gráficos que representam o Facebook e conteúdos na rede social.

Nós já falamos por aqui da importância de realizar um trabalho consistente nas mídias sociais e agora vamos um pouco mais fundo. Vale a pena investir mais dinheiro para que os anúncios cheguem a um maior número de usuários?


Entenda a diferença


Quando falamos em tráfego no marketing, nos referimos ao movimento dos usuários de uma publicação, no Google ou redes sociais, para uma outra página de conversão, como um site.


As estratégias de tráfego pago possuem um objetivo específico de conversão, seja concretizar a venda ou levar mais visitantes para um blog, por exemplo. Já a gestão orgânica, é referente a um trabalho mais contínuo, para criar uma canal de comunicação entre a marca e o consumidor.


Pago ou orgânico, de ambos os modos, você precisará de um investimento. Enquanto no orgânico você vai precisar de profissionais qualificados para produzir o conteúdo e fazer a gestão das mídias, no tráfego pago você vai precisar de tudo isso + um investimento para que a publicação apareça para mais pessoas, atraindo assim mais cliques.


Além dos custos…


Vamos a outros critérios que te ajudarão a decidir entre pago e orgânico.


1. Segmentação


Nas estratégias orgânicas, geralmente o seu conteúdo aparece para quem já te segue. Sendo assim, se o objetivo é fortalecer o relacionamento com um público já conquistado, essa é a estratégia mais adequada.


A alta segmentação é uma das características dos conteúdos pagos, você pode escolher quem irá visualizar a publicação de acordo com diversos fatores: localização, sexo, idade e interesses pessoais, mesmo entre pessoas que não conhecem a marca.


Assim, se a sua marca pretende alcançar um público específico devido à chegada em uma nova cidade ou ao lançamento de um novo produto, é importante investir em anúncios pagos.


2. Tempo de retorno


Apostando em mídia orgânica, existem diversas estratégias para aumentar o engajamento e atingir um maior número de usuários. Por exemplo, investir na produção de Reels no Instagram, é uma ótima maneira de atrair novos seguidores, visto que o algoritmo do app está favorecendo o formato, mostrando esse tipo de conteúdo para mais pessoas.


Por outro lado, se você investir no Instagram Ads, chegará a este objetivo em menor tempo, pois existe a garantia de que o conteúdo será exibido para um determinado número de pessoas. Porém, a qualidade do conteúdo, mesmo pago, é que vai determinar se o usuário irá interagir ou não.


Também é preciso pensar a longo prazo. Pois se os anúncios pagos trazem resultados mais rápidos, é importante também trabalhar estratégias orgânicas, pois estas começam a mostrar resultados com o passar do tempo. Assim, no longo prazo, os resultados orgânicos te farão diminuir o investimento nos anúncios pagos.


3. Objetivo


Como já mencionado, os anúncios pagos são ótimos para alcançar novos públicos. Mas você também pode utilizá-los para aparecer mais para os seus seguidores. Se a empresa está realizando algum tipo de lançamento ou promoção, pode direcionar anúncios para seguidores com o poder de compra desejado. Garantindo que o anúncio apareça para os seguidores que realmente importam nessa hora: os reais potenciais consumidores.


Profissional de marketing, anotando possíveis ideias em um caderno

Estratégias diferentes, profissionais diferentes


Ainda é importante destacar que profissionais com especialidades diferentes são indicados para cada tipo de estratégia e para que os investimentos em tráfego pago tenham um bom retorno, eles devem trabalhar em sintonia.


  • Gestão de mídias sociais: os profissionais que trabalham nessa área definem estratégias, criam conteúdo, realizam publicações e mensuram os resultados nas mídias sociais. A conversão é apenas um dos muitos objetivos da gestão de mídias sociais. O foco está em criar e gerir um canal de comunicação sólido da empresa com o público.


  • Gestão de tráfego: já os gestores de tráfego, são os profissionais que trabalham com tráfego pago. Eles criam, acompanham e otimizam os anúncios no espaço digital de uma empresa. As campanhas de tráfego pago possuem um objetivo específico e mensurável e cabe ao gestor controlar as variáveis para atingir tal objetivo. O objetivo geralmente está ligado ao número de cliques na publicação, no link de um site ou na conversão em vendas.


Conclusão


A melhor estratégia é aquela que combina pago e orgânico, utilizando os modos de acordo com os objetivos.


Para campanhas de relacionamento e reforço de marca junto ao seu público, as estratégias orgânicas são as de melhor custo-benefício. Já se o objetivo é atingir um target novo ou vender um produto para um determinado público, considere as estratégias pagas.


Antes de optar por anúncios pagos, é essencial saber exatamente quais os objetivos e qual é o público alvo da campanha. Além, é claro, de encontrar profissionais especializados para fazer a gestão dos anúncios. Caso contrário, o resultado é o desperdício de tempo e dinheiro.


Pago ou orgânico, a qualidade da publicação é a coisa mais importante. Não adianta se o seu conteúdo foi visualizado por um milhão de pessoas, se ele não for atrativo, ninguém vai clicar.



Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Quer saber qual é a estratégia mais adequada para o seu negócio?


Entre em contato conosco!