top of page

Engajamento nas mídias sociais: como avaliar o desempenho do meu perfil?


Mulher mexendo no celular e aparecendo notificações de redes sociais em formato de grafismo

Em uma época onde as redes sociais e a internet vão além do entretenimento, se tornando uma grande ferramenta para vender um produto, serviço ou marca, cuidar para que as pessoas se mantenham interessadas no que você publica é de extrema importância.


Além da necessidade de se manter constante para não perder o engajamento nas mídias sociais, é preciso prestar muita atenção na hora de avaliar esse desempenho, pois só assim você saberá o que está fazendo de certo e o que pode melhorar.


E graças a todo o avanço tecnológico que estamos vivendo dia após dia, existem diversas ferramentas disponíveis para auxiliar nessa avaliação e não deixar que você se perca em meio a tantas informações.



Mas você sabe como avaliar o desempenho do seu perfil? A gente vai explicar tudo nesse post!



Entendendo as redes sociais

As redes sociais são uma ótima estratégia de divulgação. Elas nos permitem um alcance muito maior — a nível nacional e, algumas vezes, internacional — que um outdoor, por exemplo, não permite. Uma publicação sua pode ser vista pelo seu vizinho, como também por alguém em outro continente.


E uma das melhores coisas sobre elas, é que além de serem um ótimo lugar para divulgar sua marca, produto ou serviço, é que você também pode acompanhar o resultado dessa ação através de ferramentas disponíveis em cada perfil.


O sucesso ou fracasso de alguma campanha se dá, em partes, devido ao engajamento do público com o seu perfil. Mas, afinal, o que é engajamento nas mídias sociais e como posso avaliar o desempenho do meu perfil? Confere só!


O que significa ter engajamento

O engajamento nas mídias sociais é uma forma de medir as interações das pessoas com uma conta e com as publicações, sejam elas de uma marca, uma empresa, um influenciador, etc.


Esse é um termo bem amplo, que conta com várias formas de interação, dentre as inúmeras plataformas disponíveis — Instagram, Facebook, LinkedIn, TikTok, Twitter, etc. —, sendo algumas delas: cliques, curtidas, salvos, comentários, compartilhamentos, mensagens diretas, reações, menções, entre outras.


E cada uma dessas interações vai demonstrar um grau de envolvimento diferente, umas tendo um peso maior do que outras. Mas todas elas dependem da forma como você cria um conteúdo e o quanto ele conversa ou não com seu público.


O engajamento é quem vai determinar o grau de proximidade de uma marca, empresa ou pessoa, do seu público. Quanto mais os usuários interagem, mais próximos eles se sentem, o que é importante para humanizar o seu perfil. E isso vai beneficiar muito você, por isso, cuidado e atenção ao criar conteúdo.


A importância do marketing de conteúdo

O marketing para as mídias sociais é uma grande oportunidade para as marcas fidelizarem os clientes e também conseguirem novos. Mas isso só acontece se o conteúdo criado for criativo, bem pensado e conversar com o público. Afinal, não se pode simplesmente publicar qualquer coisa, as postagens nas redes sociais devem agregar algo para quem está se seguindo.


Isso é muito importante na hora do engajamento, porque quanto mais seus seguidores e possíveis clientes se identificarem, mais eles vão engajar a publicação: salvando, compartilhando, curtindo e comentando.


Mulher em frente a uma ring light, segurando o celular em posição de selfie e gerando conteúdo para o Instagram

Além disso, existem várias redes sociais diferentes, e para cada uma delas é preciso criar um tipo de conteúdo, porque, apesar de uma mesma pessoa acessar mais de uma plataforma, ela nunca está em busca do mesmo tipo de coisa ou formato de postagem. Quem acessa o Instagram, por exemplo, não entrará no LinkedIn buscando as mesmas coisas que viu na outra rede.


As mídias sociais são uma das melhores formas de divulgação, por isso, estando ligadas a uma estratégia de marketing, se tornam ainda mais eficazes. O engajamento nelas são fruto das interações da marca com o público, por isso se mantenha atento às métricas.


Métricas de marketing para mídias sociais

Nós sabemos que as redes sociais fazem parte da nossa rotina, seja para ver uma notícia, uma fofoca de celebridade, um post sobre decoração ou apenas para passar o tempo.


Dessa forma, analisar e compreender as métricas das mídias sociais para avaliar o desempenho do seu perfil é essencial! Mas não adianta publicar somente um post aleatório sem estratégia alguma ou sem avaliar o desempenho dela depois.


E é exatamente para ajudar a criar esses conteúdos e na análise desse desempenho que as métricas existem. Tudo isso com base nas informações das suas publicações que estarão disponíveis.


Como dito antes, cada mídia social vai funcionar de uma forma diferente, logo, suas métricas também. O que o Instagram valoriza, pode não ser valorizado pelo TikTok, e por aí vai. Assim, as redes possuem suas próprias ferramentas de análise, como por exemplo, o Facebook Insights, o Instagram Analytics, o Google Analytics, entre outras.


Essas ferramentas próprias já trazem um grande número de informações, e tudo de uma forma bem simplificada para ler, analisar e entender o que pode ser feito para melhorar o engajamento das suas mídias sociais.


Como analisar as métricas de forma simples

Existem diversas plataformas feitas exclusivamente para medir as métricas de engajamento do perfil. Com elas, basta apenas cadastrar sua empresa para que esses dados sejam comparados de acordo com o período de tempo que você precisa.


Um desses exemplos, é o Reportei, que otimiza as diversas horas que você perderia fazendo contas e trabalhos manuais, entregando exatamente o que você busca. Nele, é possível analisar redes como Instagram, Facebook, LinkedIn, Google Ads, e métricas como taxa de conversão, cliques, impressões e muito mais!



Ilustração representando Crescimento de perfil em redes sociais e bons resultados em Marketing


Tipos de métricas para analisar


Além das inúmeras formas de analisar o desempenho do seu perfil, também contamos com várias coisas a serem analisadas. Público, alcance, horário, tipos de atividades, envolvimento com a publicação, entre outros. Separamos algumas para te explicar melhor sobre, dá só uma olhada!


Público


Não só conhecer, como compreender o público com quem você deseja falar, é essencial para tomar qualquer ação. Seja criar um conteúdo, vender um produto ou serviço, qualquer coisa mesmo! E, quando o assunto são as métricas, também não seria diferente, viu?


Qualquer mídia social vai apresentar dados do perfil dos usuários que seguem sua conta. E é a partir deles que você vai saber se a maior parte é homem ou mulher, qual é a faixa etária que mais está em contato com seu post, o estado ou país em que vivem, entre outras coisas. Assim, será possível criar um conteúdo mais direcionado, para que consiga gerar identificação e maior engajamento.


Horários de publicação e melhor engajamento


Não é só com o público que dá para medir o engajamento do perfil, o horário também é um dado importante. Por exemplo: com todas as mudanças feitas pelo Instagram ao longo desse ano, não existem mais os horários “coringas”, considerados bons para qualquer nicho, então, o ideal é procurar na página de insights quais horários do dia a maior parte do seu público está online.


E essas coisas costumam variar muito. Em alguns perfis, o melhor horário é o da manhã. Em outros, é o da tarde ou da noite. Esteja sempre atento, porque a entrega pode ser muito maior em alguns horários do que em outros, aumentando seu engajamento em até 50% — ou mais.


Alcance nas redes sociais


O alcance é, basicamente, o número de pessoas que visualizam sua publicação ou perfil, independentemente de interagirem com ele ou não. É a quantidade de usuários para quem chegou algo que você tenha feito, ou seja, os que foram impactados pelo seu post de alguma forma.


E é uma métrica que precisa de análise tanto dos dados orgânicos — usuários que foram atingidos por conta própria, sem que você precisasse pagar para isso — e de forma paga — quando há patrocínio de alguma publicação ou publicidade com influenciadores/pessoas famosas.


Entretanto, ele não diz muito sobre seu perfil se for analisado sozinho, por isso, é importante que a análise do alcance seja posta em conjunto com outras métricas. Lembrando que é essencial focar para que o crescimento do seu perfil seja orgânico, as publicações promovidas não devem ser a maioria, mas sim, um complemento de forma mais segmentada.


Crescimento do perfil


Como o nome já diz, é a métrica que vai informar como seu perfil vem se portando em questão de número de seguidores. Quanto mais eles aumentam, maior e melhor é o crescimento da conta.


Essa comparação pode ser feita tanto pelo momento de criação do perfil, como pelos meses anteriores, e até mesmo por mês e semana. Por exemplo: quanto seu perfil cresceu nos últimos 60 dias? E nos 30? Quantos seguidores você ganhou na última semana?


E não só ganhar, mas é a métrica de crescimento que também vai mostrar quantos seguidores foram perdidos. E aí será importante analisar o que está levando a isso. Foi alguma publicação específica? A forma de resposta no perfil? O tempo que levam para responder dúvidas nos comentários ou direct?


Contudo, essa também não é a principal métrica, porque não vai ajudar a mudar tudo que é necessário, ok? O crescimento do seu perfil depende muito mais das pessoas que estão interessadas no seu conteúdo.


E você pode chegar nelas tanto de forma orgânica, produzindo conteúdo e contando com que as pessoas compartilhem e chegue em mais pessoas, quanto pelo tráfego pago, que é o momento em que você vai promover suas publicações. O ideal é unir essas duas opções e não focar apenas em uma.


Tráfego pago


O tráfego pago é a parte de seguidores e engajamento que vêm a partir dos anúncios ou publicações promovidas, tanto na mesma plataforma, quanto em outras. No marketing digital, é ele quem vai trazer visitantes para o seu perfil, mas é importante que seu conteúdo agregue algo para os usuários, ou então eles não vão permanecer ali.


Ou seja, se alguém que visita sua página achar seu anúncio muito bom, mas sentir que as outras postagens não condizem com o que ele promete, não se identificarem com nada, elas vão apertar a seta para voltar e esquecer em instantes o que viram.


A combinação tráfego pago e conteúdo de valor é o que vai gerar um bom engajamento, para tudo isso ser transformado em vendas ou conversão. É uma ótima estratégia para quem quer aumentar o desempenho do perfil. Mas, reforçando, eles não vão segurar sozinhos, o engajamento orgânico é muito importante também!


Alguns locais possíveis para conseguir tráfego pago, são: Google Ads, Facebook Ads, Anúncios do Youtube, Native Ads, Instagram Ads, LinkedIn Ads, entre outros. Alguns desses são da mesma empresa, como Google e Youtube, e Facebook e Instagram, então é possível analisar e gerir por uma plataforma só.


Cliques na página e nos links


É um pouco parecida com o tráfego pago. Isso porque ela é a porcentagem voltada para a quantidade de vezes que seu anúncio foi visto e clicado. Ou seja, para quantas pessoas o anúncio apareceu e quantas clicaram nele.


Taxa de rejeição


Bom, essa é a pior de todas. Afinal, quem gosta de ter um trabalho “rejeitado”, certo? Podendo ser analisada através do Google Analytics, ela calcula quantas pessoas rejeitaram seu conteúdo, seja com descurtidas, unfollows, denúncias de spam, ocultação de anúncio, entre outras coisas.


E as curtidas nas redes sociais, como funcionam?


As curtidas, sozinhas, não podem ser vistas como uma métrica confiável. Afinal, muitas pessoas curtem as coisas sem sequer lerem ou realmente se interessarem pelo conteúdo. Então, não dá para saber quem leu ou não o que quer que você esteja falando, vendendo ou postando.


Em conjunto com outras métricas, ela até pode ajudar um pouco, contudo, existem outras muito mais importantes, como a quantidade de pessoas que salvaram sua postagem ou o número de envios da publicação.


Conclusão


As redes sociais se tornaram instrumento de trabalho para a maioria das pessoas, empresas e marcas. Isso porque, além de serem a vitrine para mostrar o que você está oferecendo, sejam produtos ou serviços, elas têm um grande alcance em relação ao público. Seu número de usuários aumenta cada vez mais e a tendência é que continue crescendo.


Lembre-se que engajar é, também, fidelizar o público, mesmo que aos poucos, já que o crescimento do seu perfil e os bons resultados não acontecerão de uma hora para a outra. E, graças a essas redes sociais e as ferramentas disponíveis, é possível avaliar com cuidado e de forma transparente o desempenho do seu perfil.


Independente da plataforma, a análise do perfil pode e deve ser constante. Sete dias fazem muita diferença para quem trabalha com as redes, então se mantenha atento. Com as dicas que demos nesse post não tem como se perder! Vai ficar muito mais fácil avaliar o desempenho do seu perfil.


Comments


bottom of page